Buscar
  • LC DIGITAL

Privacidade do iPhone faz redes sociais perderem quase US$ 10 bi

A política de privacidade implementada pela Apple a partir do iOS 14.5 realmente pesou no bolso de redes sociais que coletam dados de usuários para exibir anúncios personalizados.



Segundo uma reportagem do Financial Times, as restrições implementadas pela Transparência de Rastreamento de Aplicativos (ATT) da Apple fizeram quatro grandes redes sociais — Twitter, YouTube, Snapchat e Facebook — deixarem de faturar, juntas, cerca de US$ 9,85 bilhões em receita.


De acordo com a matéria, o Facebook foi o serviço que mais deixou de arrecadar receita em números absolutos, já que é a maior plataforma entre o quarteto e tinha um sistema totalmente dependente da coleta de dados. Entretanto, o Snapchat foi o mais prejudicado em termos estruturais e em porcentagem perdida, já que não possui uma versão desktop que possa compensar a falta de rastreio no mobile. Os valores separados por plataforma não foram divulgados.


De acordo com a matéria, o Facebook foi o serviço que mais deixou de arrecadar receita em números absolutos, já que é a maior plataforma entre o quarteto e tinha um sistema totalmente dependente da coleta de dados. Entretanto, o Snapchat foi o mais prejudicado em termos estruturais e em porcentagem perdida, já que não possui uma versão desktop que possa compensar a falta de rastreio no mobile. Os valores separados por plataforma não foram divulgados.

0 visualização0 comentário